Please reload

Posts Recentes

O vizinho não quer consertar o vazamento, e agora?

August 7, 2018

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Fachada de prédio desaba no Centro Histórico de Porto Alegre

October 31, 2017

Desmoronamento ocorreu na Avenida Alberto Bins e danificou quatro veículos que estavam estacionados

 

Parte da fachada de um prédio em obras na Avenida Alberto Bins, na esquina com a Rua Coronel Vicente, no Centro Histórico, em Porto Alegre, desabou na manhã do último sábado (28). Quatro veículos que estavam estacionados foram atingidos e acabaram danificados. Embora o local seja de grande movimento, ninguém passava pela calçada no momento da queda e não houve feridos.

 

O técnico em informática Bruno Sesterheim estava dentro de um dos veículos atingidos pelo desabamento. Ele conta que aguardava a abertura de uma loja e pensou que se tratava  de um acidente.

 

– Foi tudo muito rápido. Ouvi um barulho forte e achei que fosse um acidente de trânsito. Logo em seguida, o pessoal que estava próximo me ajudou a sair do veículo – contou Sesterheim.

 

O prédio onde aconteceu o desabamento tem quatro andares. No térreo, há lojas de acessórios e de computadores. No local, também funciona um curso profissionalizante. 

 

O Corpo de Bombeiros isolou o local e retirou os pontos onde ainda havia risco de queda. Conforme o capitão Rafael Venturella, a obra não possuía um engenheiro responsável, nem alvará:

 

– Isso é o jogo de sete erros. A obra é irregular, não tem alvará dos bombeiros, não tem engenheiro responsável, colocaram sobrepeso onde não podiam, os empregados não tinham material de proteção... Por sorte, não temos nenhuma vítima.

 

Os responsáveis pelo prédio foram ao local e acionaram uma empresa terceirizada para instalar tapumes e fazer a limpeza. O trânsito na avenida foi bloqueado, e a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) desviou o tráfego na região. 

 

Uma perícia será realizada para identificar os motivos do desabamento. A obra foi interditada, e os responsáveis serão multados. Eles terão de encaminhar procedimento junto à prefeitura para que possam retomar os trabalhos.

 

Fonte: GauchaZH

Crédito da foto: Felipe Daroit / AgênciaRBS

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga