Please reload

Posts Recentes

O vizinho não quer consertar o vazamento, e agora?

August 7, 2018

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Aquisição e recebimento do imóvel com segurança

June 12, 2018

Nos meus quase 33 anos atuando com engenheiro civil, desde quando construía e entregava imóveis e hoje como perito do juízo (ad hoc) e engenheiro diagnóstico, vejo no mercado imobiliário um consumidor leigo que não se assessora de profissionais técnicos quando da aquisição/compra de um imóvel e, especialmente, no recebimento do mesmo.

 

É comum que uma pessoa interessada na compra de um imóvel procure se assessorar com um advogado para analisar o contrato de compra e venda, financiamento, entre outros assuntos legais. Mas, no que se refere à parte técnica do empreendimento, a quem recorremos? Quem analisa os projetos executivos e os memoriais descritivos? Quem verifica o padrão da construtora e seu histórico de entrega e acabamento de obras?

 

Via de regra, quando do recebimento da obra, o comprador/proprietário vistoria o imóvel, assina uma série de documentos, recebe as chaves e pronto. “Toma que agora o filho é teu!”. E, assim, o proprietário se vê diante de um imóvel novo, vazio, sem energia elétrica ligada e precisa tomar algumas ações para que o mesmo possa ser habitado. Em muitas ocasiões, ele se depara com problemas de mau funcionamento de instalações elétricas e hidrossanitárias, por exemplo.

 

Semelhante fato ocorre no recebimento das áreas condominiais, que costuma ser feito pelo novo síndico ou, às vezes, até pela administradora do condomínio. Mas qual o conhecimento técnico que estes representantes possuem para vistoriar e receber uma edificação e seus diversos ambientes, acabamentos, instalações elétricas e hidrossanitárias, entre outros sistemas que compõem um prédio?

 

Como perito judicial, me deparei, por diversas vezes, com processos em que o autor, proprietário ou condomínio, reclama da construtora por uma série de problemas estéticos, de fácil visualização. Porém estas irregularidades não foram constatadas nem oficializadas quando do recebimento do imóvel. E, depois de muito tempo, por motivos diversos, exigem que a construtora tome providências quanto ao conserto ou troca de acabamentos. Mas este tempo que transcorre, geralmente, inviabiliza o sucesso das demandas pelo simples fato de não terem sido apontadas quando do recebimento do imóvel.

 

Este é um exemplo apenas de questões estéticas. Há casos muito mais graves que atingem sistemas importantes do prédio. Para tratar disso, abordarei a diferença entre os tipos de patologias no que se refere a vícios ocultos e vícios aparentes. Mas isso fica para o próximo artigo.

 

Meu recado final: evite problemas na aquisição/recebimento do seu imóvel. A Verum Engenharia Diagnóstica está pronta para auxiliar o comprador nessa hora, quer se refira a um apartamento ou em relação às áreas condominiais de toda a edificação.

 

Fonte: artigo de autoria do Engenheiro Alfredo Kuhn Pfeifer, sócio da Verum Engenharia Diagnóstica.

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga