Please reload

Posts Recentes

O vizinho não quer consertar o vazamento, e agora?

August 7, 2018

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Especialista ensina a identificar sinais de que prédio pode desabar

July 24, 2018

Não há como prever que uma estrutura está prestes a desabar, mas ficar atento a alguns detalhes como rachaduras e estalos contínuos é fundamental para prevenir acidentes. Segundo o engenheiro especialista em perícias, Lucio Bastos, a recomendação é que seja realizada uma inspeção predial já no primeiro ano de vida do prédio.

 

"O laudo de inspeção predial pode ser feito já no primeiro ano e, a partir disso, é feito um plano de prevenção. Esse laudo é feito por um especialista que vai verificar itens que os moradores e síndicos não conseguem enxergar. Eu terminei um agora, por exemplo, que não tinha nem dois anos. Mas devido aos problemas que as pessoas observaram, foi necessário fazer para entender o que estava acontecendo", explica o especialista. 

 

Segundo ele, as edificações costumam dar os primeiros sinais de que algo está errado, por isso é sempre importante observar todos os detalhes e contratar um profissional, caso seja identificado qualquer problema.

 

Geralmente,  uma laje não cai sem antes apresentar anormalidades. O que acontece é que nem sempre os moradores conseguem detectar isso. Se a pessoa vê fissuras no piso das garagens, no teto ou pilares, isso pode ser sinal de que algo ruim pode acontecer. Mas também é importante que os moradores não entrem em pânico a qualquer sinal de fissura identificado! Todas as fissuras são sinais de movimentação dos elementos, mas nem significam riscos de acidentes. As infiltrações também sinalizam um problema porque a água pode chegar até a armadura da estrutura de concreto, facilitando a sua oxidação, o que enfraquece e compromete a estrutura.

 

Vizinhança


Lucio esclarece ainda que, ao iniciar uma obra, deve ser elaborado um “laudo pericial de vistoria prévia” na vizinhança. “Este trabalho possui como objetivo o levantamento das anomalias pré-existentes no imóvel vizinho ao terreno, de modo a preservar [e atestar] o estado da edificação antes da execução da obra vizinha’, orienta.

 

Esse tipo de vistoria é uma obrigação das construtoras e possibilita, durante a execução da obra, apurar os responsáveis pelos eventuais problemas que podem ocorrer no prédio vizinho. "Se a construtora não realizar esse tipo de vistoria, o proprietário do imóvel vizinho, ou o condomínio, pode contratar um profissional especializado em perícia de engenharia para realizar o trabalho e se resguardar”, conclui. 

 

Fonte: Folha Vitória

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga