Please reload

Posts Recentes

O vizinho não quer consertar o vazamento, e agora?

August 7, 2018

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Como se preparar para uma inspeção predial

October 23, 2018

A inspeção predial, também chamada de vistoria técnica, é uma ação extremamente necessária para evitar graves acidentes e até mesmo tragédias em edificações.

 

Definida pela norma técnica ABNT NBR 5674 como “avaliação do estado da edificação e de suas partes constituintes, realizada para orientar as atividades de manutenção”, a inspeção predial é indispensável, seja em edificações residenciais, comerciais ou públicas.

 

Mas nem sempre é fácil realizar a inspeção de modo correto por falta de subsídios. Confira as dicas para se preparar bem para que a vistoria ocorra sem falhas:

 

  1. Verifique a documentação

 

Tenha todos os documentos da edificação organizados e regularizados. Na primeira etapa do processo de inspeção predial, esses materiais serão avaliados.

 

Cheque os prazos de validade de contratos e atualize-os periodicamente.

 

Tenha em mãos documentos relacionados à manutenção como:

 

– Última versão do plano de manutenção

 

– Certificado de teste de estanqueidade do sistema de gás

 

– Cadastro de equipamentos e máquinas

 

– Certificado de limpeza e desinfecção dos reservatórios

 

– Laudos de inspeção predial anteriores

 

– Certificado de ensaios de pressurização em cilindro de extintores

 

– Selos dos extintores

 

– Relatório de Inspeção Anual de Elevadores

 

Não se esqueça de também organizar os documentos administrativos (IPTU, regime interno do condomínio, Cadastro no Sistema de Limpeza Urbana etc) e técnicos como os projetos de paisagismo, executivo, de revestimento, de pintura, de impermeabilização e de instalações prediais.

 

 

2. Planilha das instalações prediais

 

Tenha em mãos, do modo mais detalhado possível, o checklist de todas as instalações do prédio, incluindo status em relação a vistorias prévias e status atual, apontando qualquer anomalia visualizada atualmente como infiltrações, problemas hidráulicos ou nos revestimentos.

 

Importante: para todo o serviço técnico contratado exija sempre a Anotação de Responsabilidade Técnica (ART), pois isso garante que a edificação passou pela vistoria de um profissional habilitado.

 

 

3. Questione-se sobre as utilizações corretas

 

Antes da inspeção, observe como está a utilização das instalações para poder informar a rotina da edificação para os engenheiros que não estão no prédio no dia-a-dia. Por exemplo: um elevador que está no final da vida útil, mas que, ainda assim, tem sido utilizado para carregamento de carga pesada. Este item precisa de uma vistoria detalhada para atestar se ainda tem capacidade para tal uso. Sua estrutura pode estar depreciada, ou com agentes de deterioração agravados, o que coloca a segurança e saúde em risco.

 

Seguindo as dicas acima, sua edificação estará preparada para iniciar a inspeção e tirar o melhor proveito dela. Por meio dessa vistoria, é possível ter claras orientações de manutenção. Mas lembre-se: somente seguindo as orientações dos engenheiros que realizaram a inspeção você evitará irregularidades, acidentes e gastos desnecessários. Não adianta guardar o laudo e não agir.

 

Fonte: www.mapadaobra.com.br

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga