Please reload

Posts Recentes

O vizinho não quer consertar o vazamento, e agora?

August 7, 2018

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Elevador em que agente comunitária morreu não recebia manutenção há dois anos

February 7, 2019

O último atestado de manutenção dos elevadores do Edifício Residencial Pimentel, localizado no Centro de Fortaleza, emitido por um profissional foi registrado no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Ceará (Crea-CE) há 2 anos. A informação é do presidente do Crea, Emanoel Mota. Na manhã do último dia 30, a agente sanitária Maria Sousa dos Santos, de 55 anos, morreu ao cair no fosso de um elevador no 6º andar da edificação.

 

Na ocorrência, a agente acionou o equipamento, as portas abriram, mas o elevador continuou no térreo. Sem perceber, ela adentrou e caiu no fosso.

 

Conforme o presidente do Crea Ceará, o funcionamento regular dos elevadores é atestado por engenheiros mecânicos que, junto a outros profissionais como engenheiros civis e elétricos, são responsáveis por realizarem inspeções prediais.

 

O advogado do proprietário da edificação informou que a família manifesta pesar pelo ocorrido e se coloca à disposição dos parentes da vítima para prestar auxílio. Ao ser indagado sobre o último atestado de manutenção dos elevadores registrado no Crea, o advogado disse que a família do proprietário só irá se manifestar após o resultado da perícia. Ele pediu para não ser identificado e preferiu também não revelar a identidade do proprietário.

 

Em Fortaleza, o vigor da Lei Municipal de Inspeção Predial (9.913/2012) ainda é um impasse. Embora aprovada em 2012 e regulamentada pelo decreto 13.616, em 2015, não há consenso sobre a validade da norma.

 

O presidente do Crea, Emanoel Mota, afirma que a norma "está em vigor, só que a Prefeitura através da Agefis (Agência de Fiscalização de Fortaleza) não fiscaliza se os condomínios e os imóveis que estão sujeitos a lei estão realmente executando essas inspeções". Isto, na avaliação de Emanoel, faz com que proprietários e os síndicos não se sintam obrigados a adequarem as edificações as exigências legais.

 

 

 

Fonte: g1.globo.com / foto: Paulo Sadat

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga