Please reload

Posts Recentes

O vizinho não quer consertar o vazamento, e agora?

August 7, 2018

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Queda de marquise mata jovem em São Paulo

November 19, 2019

O síndico do condomínio em que caiu uma marquise, nos Jardins, na zona oeste de São Paulo, na noite da quarta-feira (13), entregou à polícia um documento com uma vistoria que teria sido realizada neste ano por um engenheiro. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, o documento foi anexado ao inquérito policial e será analisado.

 

De acordo com a Polícia, o síndico também prestou depoimento na quinta-feira (14) e afirmou que uma empresa foi contratada para realizar a análise estrutural do imóvel em junho deste ano. Na época, o engenheiro teria atestado que o edifício estava em boas condições. Entretanto, segundo eles, alguns reparos foram solicitados.

 

O engenheiro também será ouvido nos próximos dias. Segundo a Polícia Civil, porém, ainda é cedo para apontar as causas do acidente.

 

Representantes do Conselho Crea-SP (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo) foram ao local e acompanham de perto as ações da perícia e do Corpo de Bombeiros. 

 

Por meio de nota, o órgão lamentou e afirmou que se solidariza com familiares e vítimas do acidente ocorrido na noite da quarta-feira (13). O Crea-SP ressaltou ainda a importância do cumprimento das normas vigentes e manutenções prediais periódicas.

 

A Prefeitura de São Paulo informou que, segundo o Código de Obras e Edificações, o proprietário é responsável pela manutenção das condições de estabilidade, segurança e salubridade do imóvel. A subprefeitura Pinheiros, por sua vez, informou que não há registro de obras recentes no prédio situado no Jardins. 

 

A administração municipal disse ainda que as obras que interferem na estrutura de edificações precisam de autorização do poder público.   

 

Entenda o caso

 

Um jovem, de 17 anos, morreu e o amigo ficou ferido após a marquise de um condomínio cair sobre eles, nesta quarta-feira (13), no bairro Jardins, zona oeste de São Paulo. O rapaz ferido é morador do edifício.

 

Um funcionário do Condomínio Vila América informou que Thiago Nery Qualiotto, de 17 anos, era amigo do morador do prédio João Tessa Portugual, de 18 anos, e que os dois estavam em frente ao condomínio quando a marquise, de 15 metros de comprimento, cedeu. Thiago morreu no local. Já João foi socorrido ao Hospital Sírio Libanês, onde permanece internado.

 

Depois que a estrutura cedeu, a entrada principal do edifício foi interditada e só deve ser liberada após a marquise ser retirada do local. De acordo com a Defesa Civil, a estrutura do prédio não foi comprometida, porém, a análise preliminar da cobertura encontrou alguns problemas.

 

Ainda de acordo com a Defesa Civil, provavelmente, a marquise estivesse comprometida por algum tipo de infiltração. Foram constatadas algumas manutenções feitas de forma precária.

 

Uma avaliação será feita por um engenheiro e por agente vistor. 

 

Fonte: noticias.r7.com

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga